119

Lote 83 • 1º dia

119

Leilão 65 - Leilão de Arte e Design

Alberto da Veiga Guignard

Nova Friburgo, RJ, 1896 -1962

“Retrato de D. Lucia Flecha de Lima”.

Déc. 40
Óleo sobre madeira
Assinado no verso

Guignard foi convidado pelo Governador do Rio de Janeiro, Sette Camaras, Para pintar a Via Sacra da Capela de Manguinhos, projetada por Niemeyer e inaugurada em dezembro de 1960.

O pintor passou 17 dias hospedado na Gávea Pequena, então residência oficial do governador, ciceroneado por Dona Elba e a amiga Lúcia Flecha de Lima.
O poeta Augusto Frederico Schmidt visitou a capela e disse que era “a maior coisa que se fez no Brasil em matéria de arte”. A revista americana Time, cita que os quadros eram bons demais para igrejinha, que Elba e Lúcia Flecha de Lima brilharam pelo gesto altruísta.

Ao fim de uma longa historia essas obras foram parar nas coleções das senhoras Elba e Lucia.
Essas obras não eram assinadas na frente, somente no verso, com os dizeres: “Pertence a Dona Elba”.
Esse magnifico quadro, à ser Leiloado, segue o padrão: “Pertence a Dona Lúcia” assinado apenas no verso. Feito raro, que o situa no “modus operandi” desse período, tento em vista que guignard geralmente assinava e dedicava na pintura. Certo que a expressiva obra foi pintada juntamente com Via Sacra.
Vide Foto

Nascida em Minas Gerais, foi retrada pelo artista ainda em sua juventude antes de ficar conhecida e ser considerada uma das mulheres mais glamourosas e elegantes da diplomacia brasileira. Nos anos 90, junto com o marido, o embaixador aposentado Paulo Tarso Flexa de Lima, levou o Brasil para as manchetes durante o comando das embaixadas de Paris, Roma, Londres e Washington, postos mais cobiçados do Itamaraty. Durante a separação e morte da princesa Diana, Lúcia ganhou destaque como sua primeira amiga e confidente. A ex embaixatriz faleceu em Brasilia aos 76 anos em 2017.


80 x 60 cm

Inicial
R$ 119.000
Lote arrematado

Lotes relacionados

Ver todos os 275 lotes »

Ver todos os 275 lotes »