156

Lote 4 • 1º dia

156

Leilão 65 - Leilão de Arte e Design

FRANCISCO GALENO

“Carro Boi , 1989”.

Pintura sobre madeira, carretéis.
Ass. no verso
Coleção Carlos Alexandre Ferreira

"Percebi que para encontrar um caminho próprio eu tinha que olhar para dentro de mim, eu tinha que recuperar a minha infância às margens do Rio Parnaíba. Então, comecei a trabalhar com os carretéis que a minha mãe usava, com os anzóis do meu pai, com os carrinhos de lata de sardinha que a gente fazia".
(Francisco Galeano)

Carretéis, anzóis, pipas, latas de sardinha. É com esses objetos triviais que o piauiense Francisco Galeno, radicado em Brazlândia, um dos artistas de Brasília que alcançou maior reconhecimento no País, narra a história da sua vida.
A arte entrou em sua vida pelo sangue. Ele teve a sorte de nascer em uma família de artesãos. O pai de Galeno era pescador e fabricava canoas. A mãe era costureira e fazia rendas. O avô era vaqueiro e preparava selas e arreios de couro. Galeno resolveu pintar e passou a frequentar exposições nas galerias, a olhar revistas e a pesquisar em livros, arriscando as cores. Era ligado na paisagem e na figura humana.

Apesar de ser um artista reconhecido nacionalmente, Galeno faz questão de continuar morando em Brazlândia e de ser considerado um artista da cidade. Ele conhece cada palmo de Brazlândia: "Não adianta morar em Brazlândia e falar sobre Paris. Eu cresci tomando banho de cachoeira, descobrindo lugares escondidos. Esse lado esquecido do Brasil é o que o país tem de melhor".


95 x 60 cm

Inicial
R$ 18.000
Lote arrematado

Lotes relacionados

Ver todos os 275 lotes »

Ver todos os 275 lotes »